segunda-feira, 28 de junho de 2010

Colheita

Jesus ensinou que a semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória.
Pois bem, nós estamos semeando e colhendo o tempo todo.
Se semeamos sementes de flores, colhemos flores; se plantamos espinheiros, colheremos espinhos. Não há outra saída.
Mas o que importa mesmo é saber que a opção é nossa.
Somos livres para escolher, antes de semear. Aí é que está a justiça divina.
Mesmo as semeaduras que demoram bastante tempo para germinar, um dia terão seus frutos.
São aqueles atos praticados no anonimato, na surdina, que aparentemente ficam impunes.
Um dia eles aparecerão e reclamarão colheita.
Igualmente, os atos de renúncia, de tolerância, de benevolência, que tantas vezes parecem não dar resultados, um dia florescerão e darão bons frutos e perfume agradável.
É só deixar nas mãos do jardineiro divino, a quem chamamos de Criador.

Pense nisso!
O dia de amanhã trará os resultados do dia de hoje
recebi da minha amiga Regina

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.