quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Uma dúvida: “dor no ciático” será que eu tenho?

O nervo ciático é o maior e mais longo nervo do corpo. Vai do final da coluna, passa pelo bumbum e pela parte de trás da perna até chegar nos pés. Quando ocorre algum tipo de compressão ou de inflamação em qualquer parte deste percurso o nervo pode doer. E dói demais!!

A dor pode acontecer em qualquer momento, na forma de pontadas, pequenos “choques”, formigamento ou queimação. Costuma atacar com mais freqüência a parte mais baixa da coluna, um dos lados do bumbum ou atrás da coxa. A intensidade e duração variam de pessoa para pessoa e dependem da causa da dor.

O que causa a dor ciática?

A hérnia de disco é uma das causas mais comuns. A gravidez pode dar dor, pois também pode ocorrer a compressão do nervo quando o útero aumenta de tamanho. Outras formas de compressão: ficar muito tempo sentado de forma incorreta ou dormir em posições que causem compressão na região do nervo. Porém, a verdadeira dor ciática, a que é mais forte e mais intensa, tem origem na coluna vertebral.

O que fazer para melhorar a dor ciática?

O mais importante é tratar a causa da dor. Por isso, sempre que você tiver este tipo de dor, consulte um médico ortopedista para que ele possa orientar o tratamento corretamente. Nunca se automedique.

Como prevenir?

- pratique exercícios físicos regularmente e faça alongamentos. Alongar-se é muito importante para a saúde de músculos, tendões e nervos.

- procure se sentar em posições corretas. Nunca fique “torto”, colocando o peso do corpo em cima de uma perna só. Sua circulação funciona melhor se o sangue puder transitar livremente.

Evite causar em você mesmo congestionamentos desnecessários!

Viva livre e com saúde!

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Interessante




É IMPRESSIONANTE! EU NUNCA VÍ UMA EXPLICAÇÃO TÃO LÓGICA E LINDA SOBRE O PORQUÊ DE SE USAR ALIANÇA NO QUARTO DEDO DA MÃO ESQUERDA... LEIAM, POIS VALE MUITO À PENA SABER!

Uma lenda chinesa conseguiu explicar de uma maneira bonita e muito convincente:

Os polegares representam os pais. Os indicadores representam teus irmãos e amigos.O dedo médio representa a você mesmo. O dedo anelar (quarto dedo) representa o seu cônjuge. O dedo mindinho representa seus filhos. Agora junte suas mãos palma com palma, depois, une os dedos médios de forma que fiquem apontando a você mesmo, como na imagem….

Agora tenta separar de forma paralela seus polegares (representam seus pais) você vai notar que eles se separam porque seus pais não estão destinados a viver com você até o dia da sua morte, una os dedos novamente.
Agora tenta separar igualmente os dedos indicadores (representam seus irmãos e amigos), você vai notar que também se separam porque eles se vão, e tem destinos diferentes como se casar e ter filhos.

Tente agora separar da mesma forma os dedos mindinhos (representam seus filhos) estes também se abrem porque seus filhos crescem e quando já não precisam mais de nós se vão, una os dedos novamente.

Finalmente, tente separar seus dedos anelares (o quarto dedo que representa seu cônjuge) e você vai se surpreender ao ver que simplesmente não consegue separá-los. Isto se deve ao fato de que um casal está destinado a estar unido até o último dia da sua vida, e é por isso que o anel se usa neste dedo.

Amizade

Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade, faremos as pazes de novo.
Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se amizade permanecer, um do outro há de se lembrar.
Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade, a amizade nos reaproximará.
Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade, nasceremos de novo, um para o outro.
Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente.
Cada vez de forma diferente, sendo único e inesquecível cada momento.
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Salve uma vida( derrame)

Alguns não morrem. Eles sobrevivem, mas ficam totalmente dependentes e sua condição é limitadíssima. Leva apenas poucos minutos para você ler isso...


IDENTIFICAÇÃO DO DERRAME:

Um médico neurologista afirma que se ele puder chegar a uma vítima de derrame dentro de 3 horas, ele pode reverter completamente os efeitos do derrame...totalmente. Ele afirma que a dica é reconhecer o derrame, diagnosticá-lo e daí submeter o paciente à cuidados médicos até dentro de 3 horas. O que é difícil acontecer.


RECONHECENDO O DERRAME

Lembre-se desses ‘3’ Passos. Leia e aprenda!
Algumas vezes os sintomas de um derrame são difíceis de identificar. Infelizmente a falta de conhecimento leva ao desastre. A vítima de derrame pode sofrer danos mentais severos, quando as pessoas a sua volta não são capazes de reconhecer os sintomas do derrame.
Agora, os médicos dizem que um acompanhante pode identificar o derrame, fazendo apenas 3 perguntas simples:

• Peça a pessoa que SORRIA...
• A FALA. Peça a pessoa que FALE UMA FRASE SIMPLES coerentemente (tipo: “Está ensolarado lá fora”).
• Peça a pessoa que LEVANTE OS DOIS BRAÇOS ao mesmo tempo.

Se ele ou ela tiver problemas com QUALQUER UMA dessas 3 coisas, chame a ambulância e descreva os sintomas ao atendente.

NOTE : Outro sinal de um derrame é
1. Peça a pessoa que coloque a língua para fora.
2. Se a língua estiver enrolada, se ela pender para um lado ou para outro isso é sinal de um derrame.

Um importante cardiologista afirmou que se todos compartilharem essas informações; pode apostar que uma vida acabará sendo salva.





amar

Nunca chore diante das pessoas que não entendem o significado de suas lágrimas, porque amar é uma arte, mas nem todo mundo é um artista…


segunda-feira, 12 de novembro de 2012

blogger dicas da cilene

Eh como dizia Boby Marley: Nada é eterno. O café esfria. O cigarro apaga. O tempo passa e as pessoas mudam...

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

‎"As 7 Verdades do Bambú" do Pe. Léo

Depois de uma grande tempestade, o menino que estava passando férias na casa do seu avô, o chamou para a varanda e falou:
Vovô corre aqui! Me explica como essa figueira, árvore frondosa e imensa, que precisava de quatro homens para balançar seu tronco se quebrou, caiu com o vento e com a chuva... este bambu é tão fraco e continua de pé?
Filho, o bambu permanece em pé porque teve a humildade de se curvar na hora da tempestade. A figueira quis enfrentar o vento. O bambu nos ensina sete coisas. Se você tiver a grandeza e a humildade dele, vai experimentar o triunfo da paz em seu coração.
A primeira verdade que o bambu nos ensina, e a mais importante, é a humildade diante dos problemas, das dificuldades. Eu não me curvo diante do problema e da dificuldade, mas diante daquele, o único, o princípio da paz, aquele que me chama, que é o Senhor.
Segunda verdade: o bambu cria raízes profundas. É muito difícil arrancar um bambu, pois o que ele tem para cima ele tem para baixo também. Você precisa aprofundar a cada dia suas raízes em Deus na oração.
Terceira verdade: Você já viu um pé de bambu sozinho? Apenas quando é novo, mas antes de crescer ele permite que nasça outros a seu lado (como no cooperativismo). Sabe que vai precisar deles. Eles estão sempre grudados uns nos outros, tanto que de longe parecem com uma árvore. Às vezes tentamos arrancar um bambu lá de dentro, cortamos e não conseguimos. Os animais mais frágeis vivem em bandos, para que desse modo se livrem dos predadores.
A quarta verdade que o bambu nos ensina é não criar galhos. Como tem a meta no alto e vive em moita, comunidade, o bambu não se permite criar galhos. Nós perdemos muito tempo na vida tentando proteger nossos galhos, coisas insignificantes que damos um valor inestimável. Para ganhar, é preciso perder tudo aquilo que nos impede de subirmos suavemente.
A quinta verdade é que o bambu é cheio de nós ( e não de eus ). Como ele é oco, sabe que se crescesse sem nós seria muito fraco. Os nós são os problemas e as dificuldades que superamos. Os nós são as pessoas que nos ajudam, aqueles que estão próximos e acabam sendo força nos momentos difíceis. Não devemos pedir a Deus que nos afaste dos problemas e dos sofrimentos. Eles são nossos melhores professores, se soubermos aprender com eles.
A sexta verdade é que o bambu é oco, vazio de si mesmo. Enquanto não nos esvaziarmos de tudo aquilo que nos preenche, que rouba nosso tempo, que tira nossa paz, não seremos felizes. Ser oco significa estar pronto para ser cheio do Espírito Santo.
Por fim, a sétima lição que o bambu nos dá é exatamente o título do livro: ele só cresce para o alto. Ele busca as coisas do Alto.

Essa é a sua meta.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

musica-Zezinho Barros-Cicatriz



Quero todas as flores abraçando você
neste instante e em seu coração um arco-iris
todo esperança colorindo seu sorriso.
Em seu olhar uma canção que rompa um rosto a
sorrir, despertando então a certeza que
o paraíso nos espera.
Que você passe
a cada ser que encontrar a mágica
que um sorriso é capaz...

Que seu dia seja muito florido..
(Darcy Raposo)

domingo, 4 de novembro de 2012

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.